grayscale photography of man swishing mesh veil

Já ouviu falar em Neutralidade Corporal?

Trata-se de uma ideia de aceitação do corpo que defende a gratidão pelo seu corpo e por tudo aquilo que ele é capaz de fazer, assim como também o reconhecimento dos limites e do que não consegue fazer.

A neutralidade corporal busca aceitar e reconhecer as habilidades não físicas em dentrimento da aparência física. Esta perspectiva neutra, defende que você não precisa amar o seu corpo todos os dias, mas ainda assim pode estar feliz com ele por fazer coisas incríveis.

É uma ideia que busca sentir-se pleno ao entender como seu corpo funciona bem, permitindo vivenciar muitos momentos felizes. Para isto, é preciso respeitar e cuidar do próprio corpo.

publicidade

O que posso ganhar adotando a filosofia da neutralidade corporal?

A gratidão por tudo o que seu corpo pode te beneficiar; atenção mais plena diante da vida; há dias que você pode não estar bem com seu corpo, mas ainda assim ser feliz com ele por tudo que ele pode te propiciar.

Como faço para praticar a neutralidade corporal?

Algumas dicas podem te ajudar:

Adotar maneiras mais positivas de lidar com seu corpo, reconhecendo seu funcionamento e todas as coisas incríveis que ele pode te proporcionar. É importante também reconhecer os limites do seu corpo e que quesitos não funciona bem, para que deixe ser motivo de sofrimento emocional.

Tenha consciência da sua aparência física. Mas não de forma que te traga sofrimento. Apenas reconheça seu corpo como ele é. Concentre-se naquilo que o faça funcionar melhor. E se em meio a conversas algo te incomoda, você é livre para mudar de assunto e não falar sobre isso.

– Vista-se com o que te deixa confortável. Embora as pessoas julguem umas as outras pela roupa, você tem a liberdade de escolher e decidir o que deseja vestir.

– Pratique exercícios pelos benefícios que ele podem trazer ao seu corpo e não pela cobrança social de ter um determinado tipo de aparência. Escolha o exercício que te faz bem, assim o exercício passa a ser visto como algo leve e não como algo desgastante.

publicidade

A prática da neutralidade corporal também pode te proporcionar uma vida com menos julgamentos, já que constantemente somos bombardeados pela mídia com imagens de corpos “ideais”. E a ideia de que nossos corpos não são perfeitos o suficiente pode prejudicar consideravelmente nossa autoestima.

Por isso, a neutralidade corporal nos leva a um estado mental menos crítico, com menos ansiedade, e, consequentemente,  buscamos mais respeito pelo nosso corpo e mais empatia com o corpo do outro.

Além do mais, quando você escolhe aceitar seu corpo como ele é, seus níveis de estresse caem, proporcionando uma vida mais leve e feliz.

Lembrando que não é uma regra. Você pode adotar outras maneiras de se sentir bem e feliz consigo mesmo.

Este artigo foi útil pra você?

Você também pode gostar

Pesquisar

Quer publicar seu artigo no Diário Ampla?

Clique aqui e saiba como.

Pesquise por categoria

Leia também

  • Reflexão Global
    Estamos em um momento oportuno de reflexão global, em que todos percebem, de alguma maneira, que não podemos mais seguir vivendo do mesmo modo que vivemos até aqui. Líderes mundiais não sabem mais o que fazer nos dias de hoje, pois pensam conforme princípios estabelecidos há séculos, quando o que importava, basicamente, era o crescimento…
  • Como aumentar sua autoconfiança
    Construir autoconfiança requer um forte sentido de autoestima. As pessoas autoconfiantes conseguem olhar para as suas vidas de uma forma mais positiva e geralmente estão mais satisfeitas e respeitam a si mesmas. Caso você possua baixa autoconfiança, ela pode ser desenvolvida como qualquer outra habilidade. publicidade Se você não acreditar em si mesmo, quem acreditará?…
  • Abandonei meus sonhos ao escolher ser Mãe?
    Texto curto, simples e sincero. Um recado para as mães, leia abaixo: publicidade Há dias que nos sentimos paralisadas e frustradas.Tantas coisas queríamos fazer, tantos sonhos em segundo plano.No entanto, não sobra espaço, nem tempo, nem disposição…Bate angústia, cansaço… Mas dentre todo esse turbilhão de momentos confusos, é importante lembrar: eu não falhei, nem desisti.Escolhas…
  • É preciso ressignificar experiências para vivermos mudanças necessárias
    Ressignificar experiências pode lhe dar coragem para grandes mudanças. Mudar no sentido de buscar novos significados e uma nova perspectiva acerca da sua vida, de forma mais leve e menos angustiante, possibilitando uma transformação positiva. A psicoterapia poderá te ajudar nesse processo, identificando determinados aspectos em sua vida e crenças disfuncionais que possam estar sendo…
  • Qual a relação da dopamina com a saúde mental?
    O que é a dopamina e qual o seu papel? A dopamina trata-se de um neurotransmissor que está envolvido em mencanismos de recompensa, motivação e vício, dentre outros. Seu papel é transmitir mensagens entre neurônios, implicando em uma diversidade de funções cerebrais. Sua relação com a saúde mental é devido ao seu importante papel na…

Deixe uma resposta