therapist comforting patient

Saiba identificar quando alguém está tentando te manipular com sentimentos de culpa

A culpa é um dos maiores motivadores para a mudança de comportamento. Em alguns casos, algumas pessoas podem induzir sentimentos de culpa para manipular as emoções e comportamentos de outra pessoa.

Nem sempre é fácil de detectar, alguns sinais podem ser sutis e vir disfarçados de preocupação ou cuidado.

Saiba identificar quando isto ocorre.

publicidade

Comparações

Comentários envolvendo comparações, como sugerir que o seu trabalho não é tão bom quanto deles, seguido de “eu só quero que você melhore”.

Tratamento de silêncio

Recusam a conversar com você, como se algo os tivesse magoado e, muitas vezes, são rudes e frios. Depois verbalizam que “não  há nada”.

Expressão de desaprovação

Expressando desaprovação e decepção através da linguagem corporal, fazendo-o sentir-se mal consigo mesmo.

light fashion bird people
Photo by Mikhail Nilov on Pexels.com

Estes comportamentos podem aparecer em qualquer tipo de relação, amoroso, familiar, no trabalho, etc. Mas o meio principal é a manipulação.

A pessoa pode desempenhar este papel por diversos motivos, seja porque estão se sentindo mal com elas mesmas ou para prevenir conflitos fazendo com o que o outro se sinta culpado; em outros casos, para conquista a confiança de alguém, passando-se por vítima.

A culpa não é de todo ruim. Ela exerce um importante papel moral quando se trata de corrigir nossos erros, principalmente se algumas coisas escolhas fizeram mal a nós mesmo ou aos outros.

Infelizmente, quando é utilizada com intenção de manipular o comportamento do outro, pode gerar comportamentos não saudáveis, causando danos às relações, raiva, ressentimento, quebrar a confiança, dentre outros.

A culpa também está associada a outras condições de saúde mental como ansiedade e depressão. Neste caso, é importante buscar ajudar profissional.

publicidade

Como lidar quando alguém está tentando te manipular através de sentimentos de culpa?

– Expresse seus sentimentos ao sentir-se culpado com as palavras de alguém. Valide suas emoções.

– Imponha limites. Mesmo que o outro demonstre-se injustiçado, explique a importância dela não ultrapassar esta linha para que possam manter um relacionamento saudável.

– Trabalhe sua autoestima e autoconhecimento.  Conhecer a si mesmo possibilita relações mais saudáveis, além de estabelecer limites ou afastar-se quando algo ou alguém não o fizer bem.

Sua saúde mental deve ser prioridade.

A terapia cognitivo comportamental pode ajudá-lo a identificar pensamentos disfuncionais e distorcidos para que possa lidar com sentimentos de culpa inadequados.

Este artigo foi útil para você?

Quer divulgar seu trabalho no Diário Ampla?

Clique aqui e saiba como.

Você também pode gostar

Pesquise por categoria

Deixe uma resposta