crop unrecognizable black couple holding hands on bed

Tenho medo da intimidade?

Trata-se do medo de compartilhar um relacionamento emocional ou físico próximo, não necessariamente porque não desejam, mas em muitos casos ocorrem sem que percebam.

Muitos são os motivos que podem gerar este medo, dentre eles, história de abuso, experiências afetivas negativas na infância, medo do abandono. É preciso compreender a origem do medo para superá-lo.

O medo da intimidade não está relacionado apenas ao contato físico ou sexual, mas a intimidade de uma forma geral, podendo ser emocional, sendo neste caso, o receioo de compartilhar seus sentimentos com os outros.

Em alguns casos, pode estar relacionado à fobial social, que tem medo do julgamento e da crítica do outro.

Quando não reconhecido e tratado, pode levar a experiências negativas de apego na vida adulta.

Na realidade, toda história de vida da pessoa precisa ser avaliada, pois diversas questões podem contribuir de forma negativa. É preciso avaliar caso a caso.

publicidade

Geralmente, pessoas com medo da intimidade, tendem a manter relações artificiais, além de apresentarem dificuldade de confiar. Sentem-se constantemente inseguras em relação ao outro e possuem dificuldade em expressar suas necessidades e desejos. Sabotar relacionamentos também é um fator frequente.

Como identificar?

Você pode começar com alguns questionamentos:

– Tenho dificuldade de expressar o que espero do outro?

– Tenho dificuldade de abordar temas referentes ao relacionamento?

– Tenho dificuldade de confiar nas pessoas

– Tenho dificuldade em compartilhar meus sonhos e desejos, pois não confio em ninguém?

– Invento desculpas para evitar contato físico?

O profissional especializado pode te ajudar na compreensão dos seus sentimentos e pensamentos, auxiliando-o a identificar e mudar pensamentos e comportamentos que gerem efeitos negativos na sua vida.

Publique seu texto no Diário Ampla.

Clique aqui e saiba como.

Você também pode gostar

Pesquise por categoria

Deixe uma resposta